Primeira Vivência Online de Burlesco

R$49,99

11x de R$5,37

Miss G, professora e artista de burlesco com experiência internacional, propõem uma vivência inédita online. Para além do desejo de ser uma artista ou performar, o objetivo da Vivência é proporcionar um contato inédito com o próprio corpo e sensualidade, através de exercícios que nos colocam em movimento. A Vivência Online de Burlesco será feita por uma plataforma de streaming, e é voltada para pessoas de qualquer gênero. Na sala online, Miss G propõem os exercícios e interage com os participantes, como numa aula presencial. Não é necessária qualquer experiência prévia para participar.

Programa da Primeira Vivência Online de Burlesco

  • Boas-vindas e familiarização de participantes com a plataforma

  • Exposição dos temas da aula

  • Meditação

  • Exercícios teatrais e bioenergéticos

  • Movimentos clássicos do Burlesco

  • Proposta de coreografia final

  • Conversas finais com microfone aberto de participantes para troca de experiências.

Quando: Dia 05/05 às 19h30
Duração: 1h30

Serviço:
Primeira Vivência Online de Burlesco
Por Miss G com apoio de Pulsão - Desenvolvimento Pessoal

Vagas limitadas.

Investimento
49,90 até dia 01/05
69,90 após essa data

 

Sobre Miss G

Miss G, também conhecida como Giorgia Conceição (Curitiba, 1981), é uma das principais responsáveis pela disseminação da arte burlesca no Brasil. É Mestre em Artes Cênicas pela Universidade Federal da Bahia (2013), onde desenvolveu a pesquisa intitulada A Burla do Corpo: estratégias e políticas de criação, tornando-se a pioneira na pesquisa sobre burlesco no Brasil. Atualmente, cursa a Formação em Psicologia Corporal do Instituto Reichiano (Curitiba). É praticante de Thetahealing®, e conduziu, em 2019, os encontros Transmuta!, no Pulsão - Desenvolvimento Pessoal, ao lado das colegas terapeutas Anja Heidrich e Juliana Quesh. É, também, professora regular de aulas de burlesco da casa. Curitibana pé na estrada, em 2020 completa onze anos de burlesco! Ela é uma das idealizadoras e diretoras artísticas do Festival Internacional Yes, Nós Temos Burlesco! (Rio de Janeiro). Em 2014, foi aprovada pelo novo Programa Rumos Itaú Cultural, com o projeto Burla: divergências, contrastes e outros carnavais, para a realização de ações múltiplas em torno do tema (burla, burla do corpo, burlesco e cultura brasileira). Já participou de espetáculos e residências artísticas e ministrou workshops no Japão, Áustria, Alemanha e Estados Unidos. Grande sacerdotisa da palavra burlesca, tem integrado cada vez mais os universos das artes e das terapias, propondo um trabalho ímpar no campo do autocuidado e autoconhecimento, que tem atendido tanto artistas quanto pessoas em geral.